terça-feira, 12 de julho de 2011

Tranformers: O Lado Oculto da Lua, um filme pra marcar!!



Apesar das críticas do segundo filme, Michael Bay, diretor da Trilogia, não desanimou e voltou com tudo no Terceiro filme da série e dessa vez ele veio pra desbancar qualquer crítica do filme anterior. Com ação do começo ao fim, não dá pra despregar o olho um só minuto. Spielberg e Bay não economizaram nos efeitos especiais, principalmente nas cenas em câmera lenta (que em minha opinião, ficaram muito boas) e nas cenas de destruição, por exemplo, a cidade de Chicago, que ficou só os cacos. Também mostraram cenas mais fortes, como a morte de humanos, que não ficava tão evidente nos filmes anteriores. Dessa vez o filme teve um caráter mais sério, mas também teve seus momentos de descontração com os dois robôs menores e com outras tiradas que tiveram no filme e que prometem boas risadas nas salas de cinema. O 3D do filme fica mais evidente nas cenas de lutas entres as “máquinas” com suas explosões e estilhaços.
 Apesar de ter alguns clichês como "fingir a morte" e depois voltar triunfante, o filme não deixa de ser eletrizante. Tem fatos surpreendentes como a traição de um Autobot e a morte de um de seus companheiros que participa desde o primeiro filme. Optimus Prime parece mais sério do que nos outros dois, sendo um pouco mais “brutal” nas batalhas que participa. Já o clássico vilão Megatron, acaba sendo secundário, dando espaço para o Autobot traidor, tanto é que ele aparece poucas vezes no filme e a única cena em que ele luta, morre logo em seguida. O final do filme mostra realmente um final, já que nenhum Decepticon poderoso permanece vivo. Então fica a dúvida, será que poderia vir uma possível continuação ou a saga Transformers acaba aqui?

 Já na parte da Dublagem, o estúdio continuou sendo o mesmo, a Delart. A Direção também continuou a cargo de Guilherme Briggs e Tradução de Manolo Rey que, sinceramente, mandaram muito bem no trabalho deles. A dublagem do elenco principal continuou sendo a mesma dos outros dois filmes, tirando o da nova namorada de Sam, com a saída de Micaela, entra Carly, que é interpretada pela grande Adriana Torres.  Sérgio Cantú continuou mandando muito bem fazendo a voz do protagonista Sam. Guilherme Briggs também fez o seu papel com o carinho de sempre dublando o Líder dos Autobots, Optimus. Alexandre Moreno também fez um excelente trabalho dublado o Coronel Lenox e Ricardo Juarez como Sgto. Epps colocando o comandante que tem dentro deles em ação e Hélio Ribeiro voltou como o desequilibrado Agente Simmons. Hehehe. Patrick Dempsey, que fez as vezes de vilão subordinado dos Decepticons na Terra, foi dublado por Nizo Neto. Isaac Bardavid entrou no elenco do filme interpretando o Autobot traidor, Sentinel Prime. José Santa Cruz volta como Megatron. Orlando Drummond faz uma pequena participação no filme, embora bem especial. O resto do elenco eu vou postar assim que eu conseguir, infelizmente não me lembro de todas as vozes.

Ps: Pessoal, o Blog está concorrendo ao TOPBLOG 2011, então, se você acha que vale a pena, por favor, votem nele. Só clicar no selo do lado direito, aí ele irá para o site e então é só votar!! Obrigado a todos!!! ;)


As próximas entrevistas são: Angélica Santos, Priscila Conception, Mabel Cezar, Carla Pompilio, Fernanda Fernandes(Baronne), Marisa Leal, Raquel Marinho, Carmen Sheila, Philippe Maia, Guilherme Briggs, Marco Ribeiro, Marco Antônio Costa, Ricardo Juarez, Fábio Lucindo, Clécio Souto, Hermes Baroli, José Leonardo, Nelson Machado, Wellington Lima, Flávio Baack, Cláudio Galvan, Felipe Drummond (neto de Orlando Drummond), Marcelo Garcia, Luiz Laffey, Sílvio Navas, Carlinhos Silveira, Nizo Neto, Christiano Torreão, Ricardo Schnetzer, Duda Espinoza, Charles Emmanuel e uma grande Surpresa pra vocês, teremos aqui uma entrevista com um grande dublador Brasileiro. É só aguardar!! o/