segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O Gato de Botas, antes de Shrek.



Mais um sucesso da DreamWorks chega as telas do cinema. O Gato de Botas, é o primeiro filme com um personagem derivado de outro. O gatinho alaranjado conquistou a simpatia do público em Shrek 2, quando em uma cena, ele faz o olhar que irá ficar para sempre na mente de muitas pessoas, o velho olhar de pidão, que é praticamente impossível ressistir!! Nas suas duas primeira semanas, o filme já é o primeiro lugar da lista nacional e já arrecadou 22.358 milhões.

O filme vai contar a história do Gato de Botas um pouco diferente do jeito que a gente conhece. Tudo começa com o nosso héroi sendo um fugitivo da lei por um crime que não cometeu. Ficamos sabendo como ele ganhou o chápeu e as botas e também um pouco da sua infância, na qual passou em um orfanato ao lado de seu melhor amigo o ovo falante Humpty Alexandre Dumpty, pouco conhecido entre os brasileiros, e que sonhavam em encontrar o feijões mágicos. Sim, os feijões da história "João e o Pé de Feijão", se misturam com a história. Mas os dois se desentendem e Dumpty acaba enganando-o e fazendo dele um foragido. Depois de anos e tentando limpar seu nome, ele se junta novamente com Dumpty e a gata Kitty Pata Mansa para roubar os feijões mágicos de Jack e Jill, também pouco conhecidos pelos brasileiros, para poderem subir ao castelo do gigante e roubar a gansa dos ovos de ouro.

Cheio de reviravoltas e sem saber quem está falando a verdade, o filme tem vários pontos altos, como as perseguições por telhados, becos e ruas do México, as lutas e uma sensual salsa entre o Gato e Kitty que deixa bem animado o público. Apesar de ser voltada um pouco mais para um lado aventura misturado com um pouco de drama, existe ótimas tiradas que prometem risadas no cinemas. E como todo filme de animação, sempre tenta passar uma mensagem e nesse caso o filme tenta mostrar o perdão aos os outros mesmo que seja algo difícil, amizade entre duas pessoas e a confiança. Comparado com o Kung Fu Panda 2, o 3D do filme é excepcional, você tem outra visão, ainda mais com os movimentos e estética dos animais e das pessoas, tudo bem feito pra parece o mais real possível.

Agora sobre a Dublagem do filme, como já é de costume, os filmes de animação da DreamWorks normalemente são dublados na DoubleSound e dirigidos pela excelente diretora de dublagem, Marlene Costa, com a Supervisão de Cristina Berio. É claro que o a dublagem ficou muito bem feita e bem trabalhada!!!
Assim como nos outros filmes, Alexandre Moreno volta na voz do gatuno, fazendo seu sotaque mexicano e deixando mais um trabalho perfeito em seu currículo. Já na felina que rouba não só as botas, mas o coração do Gato, vem Miriam Ficher que também realiza um trabalho sensacional - Como disse uma amiga minha, quando assistiu ao filme "parecia que a Miriam estava falado do meu lado" - realmente, essa era a impressão que dava, ainda mais com aquela voz dando um toque sensual em Kitty. Já, Humpty Alexandre Dumpty, foi dublado pelo carismático Marcelo Garcia, dando aquele ar de suspeito no personagem. Já os vilões Jack e Jill foram dublados pela dupla Mauro Ramos e Mônica Rossi, que ficaram muito legais fazendo vozes de caipiras. Imelda, a dona do Orfanato e  "mãe" do Gato, foi dublada por Andrea Murucci, na qual deu aquele tom de acolhedora. E o Comandante dos guardas da cidade onde eles moravam é ninguém menos que Luiz Carlos Percy.
Já os demais personagens:
Atendente do hotel: Claudio Galvan
Barman: Jorge Vasconcellos
Bandidos dentro do Bar :
Marcio Simões
Reginaldo Primo
Jorge Lucas
Anderson Coutinho
Prisioneiro (João): Isaac Schneider
Orfão azul: Gustavo Pereira
Orfão: Bernardo Coutinho
Orfão: Fabrício VilaVerde

Então Parabééns a toda a equipe de dublagem do filme pelo magnífico trabalho que fizeram!!!! =))

Fonte sobre Dublagem: Marlene Costa.

As próximas entrevistas são: Angélica Santos, Priscila Conception, Mabel Cezar, Carla Pompilio, Fernanda Fernandes(Baronne), Marisa Leal, Raquel Marinho, Carmen Sheila, Philippe Maia, Marco Ribeiro, Marco Antônio Costa, Ricardo Juarez, Fábio Lucindo, Clécio Souto, Hermes Baroli, José Leonardo, Nelson Machado, Wellington Lima, Flávio Baack, Cláudio Galvan, Felipe Drummond (neto de Orlando Drummond), Marcelo Garcia, Luiz Laffey, Sílvio Navas, Carlinhos Silveira, Nizo Neto, Christiano Torreão, Ricardo Schnetzer, Duda Espinoza, Charles Emmanuel, Flávia Saddy e Mário Jorge!!! Então aguardem!!! :D

2 comentários:

  1. Não perderei esse filme! Saudade da dublagem. Como sempre, todos maravilhosos. :D

    ResponderExcluir
  2. Fala ae Vitor! Cara estou buscando informações sobre como entrar em contato com dubladores, vocês poderia me dar alguma informação sobre isso?
    Meu email rafael.nogueira@gmail.com . Se puder entrar em contato agradeço muito, e te passo maiores informações. Abraço

    ResponderExcluir